Procon-PR realiza fiscalização em postos de gasolina. Foto: EBC

 

Equipes do Procon-PR estão pelas ruas de Curitiba e região metropolitana para fiscalizar os preços abusivos em postos de combustíveis na manhã desta quinta-feira (24). Desde ontem, com o anúncio da falta de abastecimento de combustível em postos da capital devido à greve dos caminhoneiros, estabelecimentos – sem receber novos tanques – aumentaram os preços do litro da gasolina, do diesel e até mesmo do álcool. Consumidores também podem denunciar.

Diante disso, a diretora do Procon-PR, Cláudia Silvano, disse à Banda B que uma fiscalização acontece pelas ruas, desde cedo. “Já estamos com a fiscalização in loco o que está sendo cobrado. Mas todo o processo tem que respeitar a garantia do contraditório. Então, vamos notificar esses postos onde houver abuso de valores, eles têm um prazo para apresentar uma resposta. É o procedimento que a legislação determina até que se culmine com a imposição de sanção de multa”, detalhou.

Os motoristas que se sentirem lesados com os preços reajustados nos postos de combustíveis podem tomar algumas medidas iniciais, segundo a diretora. “É muito importante que o consumidor pegue a nota fiscal, que tenha a quantidade de combustível adquirida e o preço que foi pago por esse combustível”, finaliza Cláudia Silvano.

A partir das 13 horas, haverá um link disponível no site do Procon-PR para facilitar a denúncia dos consumidores. Também, há possibilidade de informar por meio do 0800-411512.