A múltipla colisão, que envolveu quatro caminhões e três carros, aconteceu por volta das 13h30. Foto: Banda B

 

O Ministério Público do Paraná apresentou denúncia contra o motorista de caminhão responsável pelo acidente que matou seis pessoas no quilômetro 125 da BR 277, no dia 25 de maio, em Balsa Nova.  A múltipla colisão envolveu quatro caminhões e três carros, que foram prensados. A denúncia pede a condenação do réu por seis homicídios duplamente qualificados (motivo torpe e meio que tornou impossível a defesa das vítimas). A decisão aconteceu por meio da 2ª Promotoria de Justiça do Foro Regional de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba.

Na denúncia, o MPPR argumenta, com base em laudo técnico, que o motorista estava ciente de que o caminhão tinha problemas nos freios, que haviam sido alterados voluntariamente (com diversas irregularidades apontadas pelo laudo) para atenuar o desgaste do sistema de freios e assim diminuir os custos da manutenção do veículo.

Além disso, o motorista trafegava em velocidade superior à permitida, desrespeitando a sinalização da via, o que dificultou a frenagem do veículo. De acordo com a denúncia, “ao agir de tal forma – ignorando sinalização e conduzindo veículo com manutenção conhecidamente precária e desejadamente barateada –, o denunciado visualizou e pôde prever o óbito das vítimas como resultado plausível da sua conduta, o que, embora não tenha desejado, soou-lhe indiferente”.

Tragédia

O gravíssimo acidente na pista sentido Curitiba da rodovia deixou seis mortos nesta quinta-feira (25). A múltipla colisão, que envolveu quatro caminhões e três carros, aconteceu por volta das 13h30. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu em um trecho de obras.

Entre as vítimas fatais – Sophia Lemanski, de 13 anos, e Lavínia Lemanski, de sete anos, ambas filhas da sócia da Rede Paranaense de Comunicação (RPC), Elizabeth Lemanski, que também se feriu no acidente. Completam a lista, Ligia Rother, de 57 anos, Natália Razera Paloschi, 64 anos, e Moacir Paloschi, 65.

Notícias relacionadas: