A Polícia Federal entregou, na tarde desta quinta-feira (14), aproximadamente 100 obras de arte ao Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba.

As obras foram apreendidas na última terça-feira (12), durante a deflagração da 79ª fase da Operação Lava Jato, que cumpriu onze mandados de busca e apreensão, em cinco cidades do Brasil. Dentre as apreensões, a Polícia Federal localizou obras de arte que ficarão sob a guarda do MON.

Foram identificadas peças de diversos artistas plásticos como Adriana Varejão, Alfredo Volpi, Anna Bella Geiger, Beatriz Milhazes, Lygia Clark, Iberê Camargo, Mariana Palma, Renê Machado, Sandra Cinto, Vik Muniz, entre outros.

As obras passarão por um laudo pericial que vai atestar a originalidade, bem como as condições atuais de cada uma delas.

Foto: Divulgação PF

O lote se soma a outros 230 trabalhos que já haviam sido destinados ao museu em fases anteriores da Lava Jato. Entre as obras apreendidas, 31 fazem parte da exposição Luz = Matéria, em cartaz atualmente no MON.

Foram consideradas condições técnicas para a guarda e manutenção das obras de arte, de modo que Justiça Federal autorizou a entrega das peças na referida instituição.