A prefeitura de Pinhais prorrogou, nesta sexta-feira (27), até o dia 4 de abril o fechamento do comércio e serviços, como medida de prevenção à disseminação do novo coronavírus na cidades. A medida segue a recomendação do Governo do Estado do Paraná e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Pinhais)

Comércios como shoppings centers, galerias, conjuntos comerciais, lojas do comércio em geral e serviços, casas noturnas, restaurantes, bares, pubs, lanchonetes, tabacarias, lounges, boates, clubes, associações recreativas, academias de ginástica, natação, salões de festas, playgrounds, salões de beleza, clínicas estéticas, autoescolas, escolas de música, escola de línguas e demais atividades e serviços que possam reunir e aglomerar grupos de pessoas permanecem com atividades suspensas.

De acordo com o Secretário de Governo, Ricardo Pinheiro, até aqui a medida foi bem sucedida. “Nesses sete primeiros dias, conseguimos dar uma estabilidade para a situação. São três casos confirmados e o número de casos suspeitos está diminuindo. Então o efeito dessa medida está sendo positivo e por isso decidimos manter o decreto por mais sete dias”, avaliou ele.

Fica autorizado apenas o funcionamento do comércio em geral, varejista e atacadista, como no caso de restaurantes e lanchonetes, desde que trabalhem exclusivamente com entrega delivery. Também foram mantidas as atividades essenciais, desde que tomadas todas as medidas de prevenção, bem como higienização dos espaços, manter distância segura e evitar ao máximo a aglomeração de pessoas.

Durante a vigência do Decreto, a administração municipal deve intensificar estudos no sentido de avaliar a retomada gradual das atividades econômicas, conforme o sucesso na contenção do contágio pela COVID-19, seguindo as orientações do Governo do Estado do Paraná.