Um assaltante morreu na hora em um capotamento na noite desta segunda-feira (5), em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele estava com um Renault Megane roubado e fugia do marido da dona do carro, quando perdeu o controle da direção. A passageira que estava ao lado dele teve ferimentos graves, mas sem risco de morte. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prestou atendimento no local.

 

 

O assalto aconteceu às 21 horas, no bairro Vila Nova, quando uma mulher chegava em casa com seu filho. No momento em que estacionava, foi abordada por um homem armado com faca, ordenando que deixasse o carro. A motorista não reagiu, retirou o filho do carro e avisou o marido, que cruzou com o carro na BR-277.

Segundo a PRF, o homem viu o assaltante perder o controle da direção do veículo, sair de pista, capotar e parar sobre o canteiro central da BR 277, no bairro Afonso Pena, na pista sentido Curitiba.

O tenente Rocha do Corpo de Bombeiros disse que duas pessoas ficaram presas dentro do carro, depois do capotamento. “Tem todo um cuidado maior por se tratar de rodovia, para a segurança da equipe e também para quem está próximo ao local. Chegamos aqui e vimos que havia duas pessoas dentro do carro. Tinha informação de que esse carro tinha sido roubado”, disse ele. em entrevista à Banda B. “O motorista já estava morto e a passageira foi encaminhada para o hospital, inconsciente, mas depois respondeu com sinais vitais mais ativos”, completou.

O policial rodoviário federal Nascimento disse que o marido da dona do carro acionou a polícia durante o acompanhamento. “Esse veículo foi roubado em São José dos Pinhais, a motorista avisou o marido dela, que cruzou com o carro e começou a acompanhar o carro. O assaltante perdeu o controle da direção aqui na BR-277”, descreveu.

Segundo ele, a orientação é sempre acionar a polícia e evitar essas situações diretas. “Nesse caso o assaltante capotou, mas o condutor poderia ter sofrido algo, poderia ter ferido outras pessoas”, finalizou o policial.

Resgate

O corpo do suspeito pelo roubo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A mulher socorrida foi encaminhada ao Hospital Cajuru, em estado grave. Não há informações se a mulher estava com o suspeito no roubo ou embarcou no carro depois.