A visitação nas Unidades de Conservação (UCs) do Paraná na Região Metropolitana de Curitiba é liberada neste final de semana (09 e 10) com normas que precisam ser seguidas diante da pandemia do Covid-19.

A medida está prevista na Portaria nº 06/2021, do Instituto Água e Terra (IAT), que define regras para o retorno da visitação nos Parques Estaduais Serra da Baitaca, Pico Paraná e Pico do Marumbi.

Foto: AEN

As três UCs fecham apenas às terças-feiras para manutenção. São permitidas atividades individuais, como caminhada, corrida e exercícios. Apenas o Caminho do Itupava, situado no Parque Estadual Serra da Baitaca, permanece fechado por conta das intensas chuvas das duas últimas semanas, que causaram a queda de árvores. O espaço está sendo vistoriado e recebendo manutenção para a reabertura.

Para orientar os visitantes, o IAT produziu um informativo com especificidades a cada Unidade. O IAT é um órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest).

A visitação das Unidades de Conservação estava suspensa pela Portaria 269/2020, devido, principalmente, à pandemia do Covid-19 e a crise hídrica, que pode provocar focos de incêndio com o clima seco.

“Com as chuvas que tivemos no Paraná nos últimos meses, é possível reabrir as Unidades de Conservação, mas os cuidados para evitar a contaminação pelo novo coronavírus não devem ser esquecidos”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

Ele lembra, ainda, que as Unidades de Conservação são atrativos naturais do Paraná bastante, procurados por turistas. “O turismo que vai crescer no Brasil, por conta da pandemia, é o turismo de natureza e o Paraná tem muitos atrativos que podem ser explorados para esse fim”, disse.

A Portaria estabelece que em todas as Unidades o visitante deve realizar o cadastro de visitação. Além disso, não é permitida a entrada de pessoas sem passar pela portaria oficial. O horário de funcionamento das portarias é das 8:00 da às 17:00. Para atividades fora desse horário, é preciso ligar e verificar a disponibilidade de entrada.

Cuidados

A Portaria 06/2021 determina que sejam adotados todos os procedimentos descritos pela Portaria IAT nº 223/2020, a respeito das medidas de segurança e saúde pública, relativos a pandemia de COVID-19.

“Assim como em outras Unidades de Conservação do Estado, esses três parques estaduais reabrem agora com regras a serem cumpridas tanto pelas administrações quanto pelos visitantes”, destacou o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto.

É obrigatório o uso de máscara, o distanciamento social, a disponibilização de álcool em gel e a medição da temperatura dos visitantes na entrada dos Parques Estaduais, além de outras medidas de prevenção ao vírus.

Para evitar aglomerações, estão proibidos acampamentos, práticas esportivas coletivas e eventos dentro das Unidades de Conservação do Estado. A capacidade de visitação também foi reduzida em 50%. A orientação é ligar antes para certificar-se da capacidade ou até mesmo agendar a presença.

Infração

Não seguir as determinações impostas pelo órgão ambiental acarreta em infração ambiental prevista no Decreto Federal nº 6.514/08, que dispõe sobre as infrações e sansões administrativas ao meio ambiente.

Entradas

No Parque Estadual Pico do Paraná, são permitidas 200 pessoas simultaneamente nas trilhas e o visitante só pode entrar conforme disponibilidade de vagas. O visitante deve entrar pela base do IAT, ou seja, pelo trailer.

O Parque Estadual Pico do Marumbi abriga três atrativos: Pico Marumbi, Salto dos Macacos e Morro do Canal. A capacidade de visitação é de 100 pessoas por dia para cada atrativo. O visitante deve entrar pelas bases do IAT (Base Prainhas ou Base Marumbi). Para o acesso às trilhas do Morro do Canal, o acesso deve ser feito pela propriedade particular Morro do Canal.

Já no Parque Estadual Serra da Baitaca, o visitante deve entrar pelo trailer, a base do IAT. O Parque abriga o Caminho do Itupava, com capacidade de 314 pessoas por dia para visitação; o Anhangava, com capacidade de 166 pessoas por dia; e o Pão de Loth, também com capacidade para 166 pessoas por dia.

Aos sábados, domingos e feriados, uma vez que seja feito o cadastro de visitação e a entrada do visitante esteja dentro da capacidade de carga definida para a trilha escolhida, o visitante deve receber uma pulseira de identificação. A pulseira deve ser colocada em local visível e ser carregada durante todo o tempo no interior da Unidade de Conservação.

 

Telefones das Unidades de Conservação:

– Parque Estadual Pico do Paraná: (41) 3213-3855

– Parque Estadual Serra da Baitaca: (41) 3213-3407, (41) 3213-3819 ou (41) 3554-1531

– Parque Estadual Pico do Marumbi: (41) 3432-0019.