O Governo do Paraná pode decretar medidas restritivas mais severas em algumas regiões do estado para combater o avanço do novo coronavírus. A decisão virá após reuniões, marcadas para esta terça-feira (30), com lideranças do setor produtivo e de órgãos de controle, como o Ministério Público.

As novas medidas serão definidas levando em conta as particularidade de cada região. De acordo com fonte ouvida pela Banda B, a possibilidade de lockdown em todo o estado estaria descartada, até porque o Paraná passa por um momento importante de escoamento da safra em diversos segmentos e um medida do tipo paralisaria todas as atividades.

As reuniões por videoconferência vão envolver presidentes das Associações dos Municípios e representantes do Ministério Público, da Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas e do Tribunal de Justiça.

Foto: AEN

Em nota, o governo estadual informa que está elaborando uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19 e a previsão é de que haja ampla divulgação das decisões nesta terça-feira (30). Leia na íntegra:

“O Governo do Paraná informa que está elaborando uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19. As medidas estão sendo discutidas em diversas instâncias do Executivo e serão apresentadas aos demais poderes do Estado.

A previsão é de que haja ampla divulgação das decisões nesta terça-feira (30). O Governo do Estado antecipa que, diferente do que foi noticiado, não se trata de impor um lockdown em todo o Paraná.”

Boletim

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta segunda-feira (29) mais 14 mortes pela Covid-19, totalizando assim 600 mortos em decorrência da doença no estado. Além das novas mortes, o boletim confirmou 573 novos casos de pacientes contaminados pelo vírus. No total, o Paraná já registrou 21.089 casos da doença.

Internados

820 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje. 665 pacientes estão em leitos SUS (239 em UTI e 426 em leitos clínicos/enfermaria) e 155 em leitos da rede particular (58 em UTI e 97 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 755 pacientes internados, 393 em leitos UTI e 362 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

350 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 135 municípios há óbitos pela doença.

Lockdown

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) ajuizou ação civil pública, nesta segunda-feira (29), em que pede uma série de medidas para controle da pandemia do novo coronavírus no estado.

Nos pedidos que seriam válidos para o Paraná inteiro estariam a suspensão de atividades em shopping centers, galerias e centros comerciais; a suspensão de atividades em academias, centros de ginásticas e esportes em geral; além da suspensão de atividades religiosas de qualquer natureza. A ação civil pública pede ainda a proibição de qualquer evento que possa implicar na aglomeração de pessoas.

Em Curitiba e região metropolitana, bem como na região de Cascavel, o MP-PR pede ainda que um ‘lockdown’ de 15 dias seja realizado.