A família de Gerson Ferri, de 48 anos, viveu horas de desespero, que terminaram de forma trágica. O morador do bairro Boqueirão, em Curitiba, desapareceu durante uma pescaria com um amigo no Rio Ribeira, em Cerro Azul, na região metropolitana, no fim da tarde de terça-feira (22). O corpo foi localizado apenas no início da tarde desta quinta-feira (25) pelo Corpo de Bombeiros, perto de onde ele se afogou.

Ferri está desaparecido desde terça-feira (Foto: Arquivo Pessoal)

Ferri costumava passar a semana na cidade metropolitana para trabalhar e, no tempo livre, ia ao rio pescar. “Ele mora em Curitiba, mas como está desempregado faz bicos como serralheiro em Cerro Azul, ficando até uma semana lá. Terça-feira foi lá de tarde, soltar uma rede no rio, e acabou sendo levado pela correnteza”, contou à Banda B Márcia Pereira, cunhada do pescador.

Parentes de Ferri não conseguem entender como ele, que adora aventuras, acabou se perdendo nas águas. “Sempre foi aventureiro, por isso está difícil de acreditar no que aconteceu. Já fez trilhas, cachoeiras e tudo mais. Fomos no rio ontem e não conseguimos entender, porque ele já foi para lugares mais perigosos e voltou”, disse Márcia.

Ainda segundo a cunhada, o amigo disse que Ferri desapareceu por volta das 17h. “Ele chamou os bombeiros e entrou em contato conosco por volta das 19h. A gente acha estranho essa demora em nos avisar”, disse.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).