No pontapé da nova gestão, o prefeito Rafael Greca (DEM) voltou a falar da expectativa de vacinação contra a Covid-19. Em pronunciamento feito nesta segunda-feira (4), ele disse que a “esperança” é de que a vacinação comece ainda durante o mês de janeiro em Curitiba.

Prefeito Rafael Greca acompanhado pelo vice-prefeito Eduardo Pimentel, conduz a cerimônia de hasteamento das bandeiras na abertura dos trabalhos do ano de 2021. (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

“É nosso dever prover a saúde e é nossa esperança que a vacinação possa começar ainda neste mês. Neste mês que o calendário cristão invoca São Sebastião, o protetor do povo contra as pestes em tempos antigos”, disse o prefeito.

Na última sexta-feira (1), em entrevista coletiva concedida após a posse na Câmara Municipal, Greca disse que espera que até a Páscoa, marcada para 4 de abril, 300 mil curitibanos estejam imunizados (200 mil pela vacina e 100 mil pelos anticorpos por terem se recuperados da doença).

Em dezembro, Curitiba fechou parceria com o Governo de São Paulo para a obtenção da Coronavac, vacina produzida em conjunto entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan.

Greca já anunciou que os profissionais de saúde terão prioridade para a vacinação assim que o imunizante chegar na capital paranaense.