Mulher morreu na hora após batida contra caminhão (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

 

Uma mulher de 30 anos morreu na hora após uma batida de uma motocicleta contra um caminhão no bairro Atuba, em Curitiba, no início da manhã desta sexta-feira (25). A motocicleta em que ela era garupa, conduzida por seu marido, bateu de frente contra um caminhão no Trevo do Atuba.

A motocicleta fazia o retorno para pegar a pista sentido São Paulo e acabou colhida pelo caminhão, em um cruzamento com semáforo. Um segurança que trabalha na região ouviu o barulho da batida e foi prestar socorro às vítimas.

“Escutei o barulho e fui prestar ajuda. Infelizmente a garupa da motocicleta estava morta. Aqui tem sinaleiro, então acho que alguém pode ter passado na hora em que o sinal estava fechado”, descreveu à Banda B.

O motorista do caminhão ficou no local para prestar socorro. Ele disse que o motociclista avançou no sinal vermelho. “O sinal estava fechado para ele, tanto que os outros carros não passaram, apenas ele”, disse.

Em estado grave e em choque, o motociclista não pôde passar a sua versão para o acidente. “O estado de saúde do piloto inspira cuidados. Foi uma batida frontal e violenta”, afirmou o soldado Fabio Boon, do Siate do Corpo de Bombeiros, que atendeu a vítima ferida ao Hospital Cajuru.

O corpo da mulher de 30 anos foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).