Mulher não resistiu e morreu dentro da ambulância. Foto: Marco Charneski

 

Uma mulher de 60 anos foi arrastada por um veículo após ser atropelada na noite desta quinta-feira (21), na Avenida Manoel Ribas, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Luciana Henkel chegou a ser socorrida, mas morreu dentro da ambulância. O motorista permaneceu no local e foi encaminhado a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos. Havia a informação de que estivesse embriagado, mas não foi confirmado pelos policiais.

Segundo testemunhas, a mulher tentava cruzar a avenida, que fica no bairro Costeira, quando foi atingida por um veículo Celta. A moradora Lia Petita Alves, de 56 anos, que chegou ao local minutos após o acidente disse que a vítima chegou a ser arrastada.

“Eu cheguei minutos depois do acidente, vi eles colocando ela na ambulância, mas fiquei muito mal quando vi. Tinha sangue saindo pela boca, pelo ouvido, pelo nariz e logo veio a notícia. O carro chegou a arrastar ela, aqui está uma armadilha, está muito perigoso. Nossas lombadas foram tiradas aqui”, contou a moradora.

Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) encaminharam o corpo da mulher até a UPA do município, para então ser recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Os moradores reivindicam a implantação de radares, travessia elevada ou lombadas para que acidentes sejam evitados. O motorista do Celta foi conduzido a delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.