Essa mesma mulher já havia sido preso meses atrás por furtar crânio humano de cemitério Foto: Reprodução/Facebook

Castro, na região dos Campos Gerais, amanheceu nesta quinta-feira ainda sob o choque do ato de selvageria cometida por uma mulher, contra um cão de rua. Ela jogou álcool sobre o corpo do animal e ateou fogo. O cão agonizou por muito tempo, antes de morrer. O caso, com repercussão nacional, aconteceu no início da noite de quarta-feira, perto da estação rodoviária do Município.

De acordo com informações da Guarda Municipal, o deslocamento de uma equipe, ao local da morte do animal, ocorreu após a manifestação de populares. ‘Ao chegar no local foi encontrado o cachorro totalmente carbonizado e já sem vida, já a autora se encontrava a alguns metros do local muito alterada sendo necessário o uso de força moderada e também uso de algemas para sua própria segurança. Diante dos fatos, a autora e o animal carbonizado foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil’, relata a instituição.

A autora, de 36 anos, ainda proferiu palavras ofensivas contra os guardas municipais. Ela deverá responder processo por desacato. Segundo o site ‘stivenoticias’, de Castro, essa mesma mulher já havia sido presa, meses atrás, por furtar crânio humano de cemitério.

Para mais informações sobre os Campos Gerais acesse o Portal A Rede clicando aqui.