O dono do carro que atropelou duas adolescentes prestou depoimento à Delegacia de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, durante a tarde desta quinta-feira (6). Questionado pelos investigadores, ele comentou que não sabe dizer se o acidente foi provocado por uma falha mecânica no veículo ou se ele esqueceu de puxar o freio de mão. Sem motorista, o veículo saiu da garagem da casa dele e atropelou as adolescentes, de 12 e 14 anos, no início da tarde, na Rua Afonso Pena.

(Foto: Colaboração)

Segundo o delegado Hormínio Franco, o dono já foi ouvido e um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente. “Ele fala que não sabe o que aconteceu. Se foi um problema mecânico ou se realmente esqueceu de engatar o carro e acionar o freio de mão”, explicou.

Ainda de acordo com Franco, o dono do carro deve responder por lesão corporal grave. Para o delegado, o ocorrido é um acidente por negligência ou imprudência do motorista.

Vítimas

Uma das vítimas, relatou o delegado, está em estado grave e vai passar por cirurgia. “Uma das meninas teve o pulmão perfurado, coágulos no crânio e foi para o centro cirúrgico em estado bem crítico”, afirmou. A outra vítima encontra-se em recuperação, com ferimentos moderados.

A vítima em estado mais grave é atendida no Hospital do Trabalhador.