Cinco pessoas ficaram feridas após se envolverem em um acidente causado por um condutor que, supostamente, estaria embriagado ao volante. O caso aconteceu na manhã deste sábado (18) na Avenida Comendador Franco, conhecida como Avenida das Torres, em São José dos Pinhais, no momento em que um dos veículos seguia em direção ao Centro de Curitiba e o outro ao município da região metropolitana.

De acordo com relatos de testemunhas, o automóvel de modelo Gol seguia em direção à Curitiba quando o Clio, que ia para São José dos Pinhais, acabou perdendo a direção, capotou e só parou ao colidir frontalmente contra este outro carro envolvido.

 

 

O condutor do Gol, que não quis ser identificado, descreveu o acidente e afirmou que o motorista do veículo que causou o acidente estava embriagado no momento do acidente. “O motorista do Clio veio em alta velocidade e, com sinais notórios de embriaguez, subiu contra o canteiro e colidiu contra o meu carro. Eu estava levando minha esposa ao hospital onde trabalha, saí de casa com uma hora de antecedência para ir devagar, como fazemos de costume, e fomos surpreendidos”.

Agentes da Guarda Municipal já estavam no local antes de acontecer o acidente por conta de outra ocorrência e presenciaram a cena. O agente Viante, em conversa com a Banda B, afirmou que ele e o colega quase foram atropelados. “Estávamos deixando o local quando vimos o Clio, de cor preta, se perder na direção e capotar várias vezes, e acabar atingindo outro veículo”, disse.

Viante também alegou que dentro do veículo havia algumas garrafas de cerveja.

 

Foto: Marcelo Borges/Banda B

 

“Graças a Deus minha esposa não teve ferimentos graves. É necessário termos uma lei que vigore de forma mais rígida contra quem dirige embriagado. Pessoas aqui, tanto minha família quanto a dele, poderiam ter morrido”, disse o condutor do Gol após prestar depoimento.

Socorro

O Clio tinha três ocupantes e o Gol seguia com dois. Os cinco foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e Samu. “Por causa da cinemática do acidente, houve uma certa complexidade para realizar o salvamento. Porém, as cinco pessoas saíram conscientes e estão fora de perigo”, explicou o tenente Rocha, do Corpo de Bombeiros.

 

Foto: Marcelo Borges/Banda B

Ainda não há informações sobre para qual hospital as vítimas foram levadas.