Um motorista, que seria morador da região metropolitana de Curitiba, precisou de ajuda para retirar o carro batido de uma via movimentada por supostamente estar sem condições de dirigir. O caso aconteceu na tarde deste sábado (31), na Avenida Maurício Fruet, na região do Jardim Botânico, na capital paranaense.

Em entrevista à Banda B, um motociclista que testemunhou o ocorrido e ajudou o condutor do Celta a levar o carro para o canteiro explicou como tudo aconteceu: “Vi muita gente buzinando atrás do carro, passei e vi o para-choque caído. Tinha um homem dentro do veículo tentando fazê-lo funcionar, mas não conseguia”.

Foto: Banda B

 

A testemunha relatou que teve de ajudar o motorista por conta das condições dele. “Ele está muito, muito bêbado. O capô está amassado, o vidro quebrado e o pneu ‘tá’ furado. Ele está totalmente desorientado”, avaliou.

Ainda, parentes e amigos teriam sido acionados para que pudessem ajudar o homem. Há informações de que ele estaria arrastando o para-choque pela rua quando foi flagrado. Questionado sobre a ingestão de álcool, o condutor não conseguia responder, porém disse a um amigo durante uma ligação: “Tô ruim, piá”.

A Polícia Militar foi acionada e afirmou ao solicitante, um motoboy que ajudou a colocar o carro no canteiro, que não poderia ir ao local, pois o carro não estava transitando e por que não há vítimas ou envolvidos em acidente.

Não se sabe o porquê de o carro ter marcas de batida e estar sem para-choque.