Mesmo após provocar dois acidentes no bairro Parolin, em Curitiba, um motorista foi liberado para ir para casa mesmo após admitir à reportagem da Banda B que está embriagado. A situação aconteceu na tarde desta sexta-feira (14) e, como nenhum morador quis representar contra o suspeito ao Batalhão de Polícia de Trânsito (BpTran), não foi possível a detenção.

Foto: Marcelo Borges – Banda B

O acidente aconteceu na Rua Leônidas Ferreira da Costa. De acordo com testemunhas, o veículo Ônix primeiramente bateu contra um poste. Com os moradores constatando a embriaguez, retiraram a chave do painel. Mas, sem o freio de mão, o veículo veio a bater contra o muro de uma residência.

Questionado pela reportagem da Banda B, o motorista afirmou estar embriagado. “Importante dizer que o motorista aqui está embriagado, drogado e é possível ver cocaína pelo nariz. Eu apenas me perdi”, disse.

Na sequência, porém, negou o uso de drogas. “Eu não usei nenhuma droga. Sou um alvo passional”, se limitou a dizer, seguido com palavras de baixo calão contra o repórter Marcelo Borges, da Banda B.

Como os policiais encontraram o carro já desligado, não foi possível configurar o flagrante no local. A falta de representação também impediu a detenção do motorista.

Desde que, com boletim de ocorrência, a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) pode dar início a uma investigação do caso.