(Fotos: Divulgação/PRF)

Moradores da Vila Militar, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, realizaram uma nova manifestação na manhã deste sábado (19) no quilômetro 81,3 da BR-116. O objetivo é protestar contra o fechamento do acesso ao Contorno Leste que, segundo a população, é a principal via de conexão à rodovia.

O local foi bloqueado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em decisão judicial movida por uma organização não governamental (ONG) para proteção dos mananciais da região.

Na manhã de hoje, as pistas norte e sul ficaram parcialmente fechadas por cerca de 90 pessoas, que seguravam várias faixas e cartazes. A rua lateral que dá acesso ao presídio foi totalmente bloqueada. Os manifestantes atearam fogo em pneus e sofás e os bombeiros foram acionados para controlar o incêndio.

Anteriormente, a Justiça Federal já havia expedido um interdito proibindo a interdição total da rodovia por parte dos participantes do protesto, sob multa de R$ 1 mil por hora para cada um.

Por volta das 11h, o número de manifestantes diminuiu e eles passaram a fechar apenas o sentido sul. O ato foi encerrado por completo por volta das 12h10. Durante o protesto, houve lentidão no trecho, mas sem grandes transtornos. Com o fim da manifestação, o tráfego na região deve voltar ao normal em breve.