Moradores do bairro Guaíra, em Curitiba, procuraram a Banda B para reclamar dos fios de telefonia pendurados no meio da Rua Manoel Higino dos Santos. Na manhã deste sábado (23), a reportagem esteve no local e ouviu a reclamação da população.

“Fios de luz soltos por tudo. Não dá para soltar os cachorros porque os fios caem de cima e o cachorro vai lamber. Falei com a Oi, com a Prefeitura e a Anatel, mas até agora nada. Fica essa coisa feia e perigosa aí. Se acontecer uma tragédia, alguém tomar um choque, quem se responsabiliza?”, reclamou à Banda B a moradora Cassiane Dubena.

Ari Grando, que também mora na quadra, lamentou o empurra-empurra e falta de solução. “É uma vergonha. Pagamos IPTU e fica este negócio de empurra-empurra. O poder público não resolveu nada até agora. A Copel trocou um poste há três semanas e nos disse que não tem mais responsabilidade. A Prefeitura de Curitiba também não traz uma solução”, lamentou.

No momento em que a Banda B estava no local, um flagrante mostrou a dificuldade vivida pelos moradores. Funcionários da Cavo tiveram que estacionar o caminhão longe da quadra para conseguir retirar os lixos.

A Banda B buscou contato com a Prefeitura de Curitiba, que informou que o cabeamento da rua é de responsabilidade da Copel. Sobre o caso, a Companhia enviou a seguinte nota:

A Copel é responsável pela rede de postes e pelos cabos de energia, que mantém devidamente organizados, realizando serviços periódicos de manutenção e modernização, para garantir a qualidade e a segurança do fornecimento de energia.

A Companhia compartilha a estrutura de postes com as empresas de telecomunicações e dados, que são inteiramente responsáveis por manter seu cabeamento em ordem. Em caso de cabos irregulares, a Copel fiscaliza, corta quando representam risco ou estão próximos a pedestres, notifica e multa as empresas de telefonia.

No caso das imagens enviadas à Copel, na rua Manoel Hygino dos Santos – bairro Guaíra, os cabos soltos são de fato de telefonia. Técnicos da Copel irão ao local nesta terça (26) para cortar os cabos que apresentam situação de risco. Para os cabos soltos que não apresentam riscos, as empresas responsáveis por eles serão devidamente notificadas, tendo prazo de 15 dias para regularização.

Os consumidores que se depararem com cabos soltos podem entrar em contato com a Copel por algum dos seus canais de atendimento: pelo telefone 0800 51 00 116 ou pela agência de atendimento presencial.

Assista ao vídeo feito no local: