Milhares de peixes mortos no Parque Bacacheri, em Curitiba, chamam atenção de frequentadores e moradores da região. A situação começou na manhã desta quinta-feira (31) e se intensificou na manhã de hoje (1º). A Prefeitura de Curitiba informou que técnicos do Meio Ambiente estão no local e que o indício, por ora, pode ter relação com o calor.

O analista de sistemas, Marcos Tupan Silva, 36 anos, costuma ir ao parque para se exercitar pela manhã e estranhou a movimentação de pessoas ao redor do rio, por volta das 9 horas. “Tinha gente parada, conversando, perto do lago, mas eu segui, vi que tinham algumas coisas boiando, mas não notei o que era. Depois eu percebi que tinha alguma coisa, senti cheiro de peixe e vi muitos mortos. Aí eu entendi o que era, são muitos peixes, tem uma quantidade absurda de peixe morto”, detalhou à Banda B.

Segundo ele, os comentários entre os frequentadores do parque se dividem em duas hipótese. “Tem gente falando em contaminação, que jogaram alguma coisa aqui no lago, mas tem alguns que falam do calor, que morreram por causa das temperaturas altas que está fazendo nesses últimos dias”, contou o analista de sistemas.

Assista ao vídeo registrado pelo analista de sistemas e enviado à Banda B:

 

 

Nota 

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba e recebeu a seguinte nota oficial:

“A causa da morte das tilápias e carpas encontradas no lago do Parque Bacacheri será avaliada por especialistas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Laudos só devem ficar prontos na próxima semana, mas acredita-se que o motivo seja o forte calor, atípico na capital paranaense, dos últimos dias”