A morte do médico Matheos Chomatas aos 60 anos, um dos responsáveis pela implantação do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Curitiba, causou intensa comoção nas redes sociais. O profissional de saúde faleceu por causa de um câncer nesta sexta-feira (11) no Hospital Erasto Gaertner.

A secretária municipal de saúde de Curitiba, Marcia Huçulak, lamentou a morte do colega e prestou homenagem a ele. “É com imensa tristeza que recebemos a notícia que Dr. Matheus Chomatas nos deixou hoje. Uma perda irreparável”, disse.

Foto: Reprodução/Facebook

“Sempre atuante e preocupado em dar respostas rápidas aos usuários. Atendia a todos, não tinha hora ou dia da semana. Foi um precursor em melhorar o acesso dos usuários a terapias e procedimentos não disponíveis”, continuou.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, também lamentou a morte de Chomatas e decretou luto oficial na cidade. “Profundamente triste”, comentou na nota publicada por Huçulak.

Internautas prestaram solidariedade à família do médico e ressaltaram o profissionalismo dele. “Sempre fui uma grande admiradora desse brilhante profissional e amigo”, afirmou uma delas.

“Não há palavras para dizer da nossa gratidão por tê-lo conhecido e por ter o privilégio de conviver com ele todos os dias. Com sua praticidade, sua maneira peculiar, um ser humano ímpar”, manifestou a secretária.

Matheos deixa a esposa e dois filhos. O velório e o sepultamento será no cemitério Parque Iguaçu, em Curitiba.