O laudo preliminar do IML (Instituto Médico-Legal) aponta enforcamento a causa da morte de Elias Pereira da Silva, de 54 anos, mais conhecido como “Elias Maluco”. O resultado do exame preliminar é provisório e pode sofrer alterações de acordo com o avanço dos dados coletados pelo médico legista para a conclusão do laudo definitivo.

(Foto: Reprodução)

 

Elias Maluco foi encontrado morto na tarde de terça-feira (22) na Penitenciária Federal de Catanduvas. Ele estava preso desde 19 de setembro de 2002, acusado do assassinato do jornalista Tim Lopes e é considerado um dos maiores traficantes de drogas do Rio de Janeiro.

O corpo de Elias Maluco deu entrada no IML de Cascavel ainda na noite de terça-feira (22) e tem previsão de liberação nesta quarta-feira (23). A princípio o corpo será levado a Foz do Iguaçu e posteriormente será transladado ao Rio de Janeiro, onde Elias Maluco deve ser velado e sepultado.

Detalhes da morte não foram repassados à imprensa. A Polícia Federal deve se pronunciar sobre o caso no fim da manhã de hoje.

Durante todo o período da tarde e noite de terça-feira (22), peritos da Polícia Federal analisaram o local da morte. A Penitenciária Federal de Catanduvas é de nível de segurança máxima e o monitoramento dos detentos é feito de forma intensa e constante.

Para mais informações sobre a região Oeste acesse o Catve.com clicando aqui.