A Justiça concedeu, nesta sexta-feira (17), liminar ao motorista da BMW envolvido no acidente matou o servente Marcelo da Trindade, na BR-277, em Curitiba. De acordo com a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Silvio Eduardo de Alencar Santos, de 20 anos, disputava um racha no bairro Orleans quando o acidente aconteceu.

Foto: Marcelo Borges – Banda B

Na decisão, o juiz Antonio Domingos Ramina Junior destaca que a custódia cautelar é uma medida excepcional e somente pode ser adotada com a eventual intenção do motorista de tentar fugir de responsabilidade pelo acidente. “Ou seja, não é possível se decretar a custódia cautelar porque o Paciente [motorista] não demonstrara que não irá se evadir, para evitar a aplicação da lei penal. Não se infere dos elementos coligidos até o momento a presença dos requisitos para a custódia cautelar. O Paciente é jovem e recém habilitado para a condução de veículos automotores. No entanto, não ostenta histórico de multas de trânsito, muito menos registro de envolvimento anterior em outros delitos”, justifica.

O juiz ainda determinou algumas medidas cautelares que deverão ser cumpridas pelo motorista, como o comparecimento bimestral em juízo, para informar e justificar atividades; a proibição de sair de Curitiba durante as investigações, o recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga; e o comparecimento a todos os atos para os quais for intimado.

Segundo o delegado Edgar Santana, da Dedetran, imagens de câmeras de segurança de uma empresa e o depoimento de testemunhas confirmam a pratica de um racha entre o condutor da BMW e o de um veículo Volvo, que ainda não foi identificado. “As testemunhas afirmaram que os motoristas da BMW e de um veículo Volvo estavam fazendo um racha. O condutor do Volvo fugiu do local e o BMW ficou preso às ferragens. Diante destas provas e imagens de câmeras de monitoramento de uma empresa, chegamos na conclusão de que eles praticavam o crime de racha e vão responder por homicídio doloso (quando assume o risco de matar)”, descreveu o delegado em entrevista à Banda B na última terça-feira.

Vítima

A vítima Marcelo da Trindade, de 48 anos, tinha há oito anos superado o alcoolismo e passava por um ótimo momento, segundo familiares. Atualmente, Marcelo trabalhava para a concessionária Rodonorte, que administra o trecho em que o acidente aconteceu.

O acidente

A BMW fazia a pista sentido Centro de Curitiba, na última segunda-feira (13), quando o motorista perdeu o controle, capotou e acertou Trindade.

Um motorista, que estava atrás da BMW e ajudou no socorro do condutor, afirmou que o condutor estava em alta velocidade. “Ele estava atrás de uma Mercedes e em alta velocidade. Eu desci aqui para socorrer e vi isso acontecer. Infelizmente, nesta rodovia o pessoal acaba abusando”, disse.