O jovem Alessandro Almeida Melo, de 28 anos, que sofreu um acidente e ficou paraplégico conseguiu a tão sonhada cadeira de rodas após uma arrecadação feita através de uma vaquinha online. Almeida retornava para casa depois de um dia de trabalho voluntário quando o carro que estava colidiu contra um caminhão, há pouco mais de sete anos.

Morador de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, Alessandro passou por diversas complicações desde que sofreu o acidente. Após tomar conhecimento sobre as dificuldades de uma família bastante humilde, o jovem ficou comovido e organizou um grupo para ajudar a construir a casa de uma família carente.

“Me falaram que uma família tinha a necessidade de ter uma casa porque estava morando em um ‘banheirinho’. Aquilo me comoveu e fui atrás de pessoas para ajudar a construí-la. A fizemos com oito cômodos e inclusive com espaços adaptados”, relatou durante entrevista à Banda B nesta sexta-feira (11).

Foto: Arquivo Pessoal

Momentos difíceis fizeram parte do dia-a-dia da família após o acidente. A pandemia do novo coronavírus complicou ainda mais o quadro de Alessandro e o estado de saúde foi se debilitando. Feridas nos ombros e em várias partes do corpo foram piorando.

Em junho deste ano, a Banda B relatou o caso do jovem e expôs a situação. À época, a mãe dele, Tereza de Fátima, afirmou que não havia médicos para atendê-lo na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Fazenda Rio Grande e descreveu que a família estaria passando por dificuldades. Na sequência, uma vaquinha online foi criada para conseguir a cadeira de rodas para ele.

No mesmo dia em que a reportagem foi ao ar, a reportagem da Banda B entrou em contato com a prefeitura do município e a mãe foi orientada a levar o filho à unidade no mesmo dia.

Foto: Arquivo Pessoal

Na terça-feira (29/06), um dia depois, Fátima disse que Alessandro havia sido atendido na UPA e que os médicos teriam descoberto uma grave infecção no braço, e teve de ficar internado. Porém, o drama da família comoveu muitas pessoas e, em menos de 24 horas, a vaquinha organizada por amigos para ajudar a concluir o tratamento e comprar a cadeira de rodas atingiu R$ 11,5 mil.

Ao todo, a vaquinha online arrecadou pouco mais de R$ 19 mil reais. À Banda B, o jovem afirmou que a cadeira de rodas ajudou muito e que ele mesmo foi quem a escolheu. “Hoje, consigo ir mais além e vou a lugares que não podia”, disse.

Tereza, uma mulher de fé que a todo momento agradece a Deus, relatou que agora a situação é outra. “Graças a Deus, ele conseguiu consultas e tem sido atendido no Hospital Angelina Caron. A vida dele melhorou bastante e está tendo um bom tratamento. Foi uma batalha muito grande até aqui”, disse.

Sobre a infecção no braço descoberta em junho, Alessandro mencionou durante entrevista que perdeu o movimento do membro e que a cadeira elétrica fez muita diferença. No entanto, agradeceu toda a mobilização a favor dele. “Pra um cadeirante, uma cadeira de rodas é uma perna. Eu ganhei uma perna elétrica. Se eu pudesse conversar com todos que me ajudaram, eu agradeceria muito do fundo do meu coração. Estou muito feliz”, concluiu.