Um homem teria tentado matar um cachorro com golpes de pá, no final da tarde deste domingo (2), no bairro Habitar Brasil, em Contenda, na Região Metropolitana de Curitiba. A cena revoltou os vizinhos e virou caso de polícia. Imagens registradas por câmeras de segurança flagraram o momento.

(Foto: Reprodução)

Segundo Sheila Aparecida, de 41 anos, filha de uma das moradoras da região, sua mãe teria começado a ouvir gritos de um cachorro e o barulho chamou a atenção de toda a vizinhança, que saiu de casa para ver o que estava acontecendo. “Minha mãe mora do lado e ela me contou que estava em casa quando de repente começou a escutar gritos de um cachorro. Todos os vizinhos saíram para a rua e viram esse homem dando pazadas no animal, ele tava batendo pra matar”, contou ela.

Assista às imagens:

Os moradores teriam começado a gritar com o homem pedindo para que ele parasse com as agressões. “Deixa que à noite eu resolvo. Trago para dentro e resolvo”, teria tido o homem à moradora da residência onde ele estava, que seria sua namorada, segundo relata Sheila.

Mais tarde, na casa da mãe, Sheila teria visto o homem pegando o cachorro e levando para dentro da casa. Ela teria visto também alguém com um martelo na mão e ouvido novos gritos do animal. “Eu vi ele pegando o cachorro e levando para dentro. Vi também que tinha alguém lá dentro com um martelo na mão. Ele fechou a porta e escutei um grito do cachorro. Então comecei a gritar, disse que ia chamar a polícia e que era pra ele abrir a porta”, continuou ela.

Novamente, os barulhos chamaram a atenção da vizinhança. A polícia foi acionada e teria conduzido o homem até a delegacia algemado. “O policial arrebentou a corrente do portão e pegou ele lá dentro. Levou ele algemado para a delegacia e pegaram o cachorro também. O policial levou o animal para a casa da namorada dele”, afirmou.

Motivação

O cachorro estaria sofrendo com sarnas ou com alguma outra doença e isso teria motivado as agressões. “O cachorro tinha sarna ou tinha alguma outra doença, porque na hora da gritaria falavam que era para levar o animal no veterinário ou deixar para quem queria cuidar”, disse Sheila.

Após ser resgatado, o animal teria recebido os cuidados de uma veterinária, estaria se recuperando bem, se alimentando e irá passar por um exame de raio-x para mais detalhes sobre seu estado de saúde. Segundo relatos da mãe de Sheila, o homem teria voltado para casa no dia seguinte após ser detido pelo policiais.