A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que atendeu o acidente fatal na manhã desta terça-feira (30), na Rodovia do Xisto, em Araucária, no quilômetro 147,8 da BR-476, teve acesso a gravações em vídeo de duas câmeras da Refinaria da Petrobras que desmentem a versão apresentada inicialmente pelo caminhoneiro envolvido no acidente. O acidente provocou a morte de Fabio Malewschik, de 48 anos, que despencou do viaduto com o Ônix, que dirigia.

 

Momento do acidente – Imagens cedidas pela PRF

 

O caminhoneiro havia declarado à PRF –em termo por escrito– que teria percebido o carro capotando à sua direita, e que, durante o capotamento, uma parte do carro acabou ‘encostando’ em seu veículo. Mas as imagens das duas câmeras mostram que o caminhão transitava, na verdade, atrás do carro. (Assista abaixo)

A primeira câmera, localizada a cerca de 500 metros do local da colisão, mostra o caminhão na faixa da esquerda, aproximando-se do carro, que também está na faixa da esquerda.

A segunda imagem, de uma câmera posicionada exatamente na direção da trincheira, já mostra o carro desgovernado, rodando à frente do caminhão.

A velocidade máxima sinalizada no local é de 60 km/h. Conforme o disco do tacógrafo, o caminhoneiro transitava a 80 km/h. Foram detectadas ainda marcas de frenagem do caminhão ao longo de aproximadamente 50 metros.

 

Carro despencou de viaduto – (Fotos: Djalma Malaquias – Banda B)

Testemunha

O caminhoneiro Reni Lourenço contou à Banda B que o motorista perdeu o controle da direção. “De repente, ele apareceu do nada, após a lombada eletrônica, rodando na minha frente e caindo no vão do viaduto. Não tive nem como desviar”, afirmou.

Mas nesta terça-feira, a Banda B apresentou a versão de testemunhas de que o caminhão bateu na traseira do carro e o fez perder o controle.

Uma das testemunhas, que entrou em contato com a redação da Banda B, disse ter visto o acidente. Ela garantiu que houve uma colisão do caminhão na traseira do Ônix. “Eu estava atrás do Ônix, o caminhão carreteiro estava na pista da esquerda e eu e o Ônix na direita. Ele quis voltar para a direita, eu diminui para ele entrar e, quando estava quase total na pista, ele deu um toque na traseira do Ônix, que rodou e capotou em cima do guard-rail”, descreve Luciano Santos, que é motorista e tem 38 anos.

Ele ainda disse à Banda B que chegou a falar com o caminhoneiro. “Eu perguntei se ele ia contar a verdade, disse que ele tinha provocado o acidente. Tenho certeza que não fez com intenção. Estou muito mal, quase não consigo trabalhar”, disse, em contato com a redação.

O sargento Rezende, do Corpo de Bombeiros, descreveu que nada pôde ser feito pela vitima. “O veículo caiu aqui entre os vãos da pista e acabou morrendo. Infelizmente, foi fatal devido à queda. Ainda não se sabe porque o condutor perdeu o controle do veículo”, disse.

Fabio morreu no acidente – Reprodução redes

Esposa

A esposa de Fabio postou uma mensagem no Facebook, falando sobre a dor de perder o marido.

“Porque tinha que se assim meu Deus porque levar o Amor de meu assim .. Me sentindo sem chão vc sempre tava aqui pra me dizer o que fazer e agora não consigo acreditar que Deus levou vc assim tão cedo mais sei que vc vai cuidar da gente aí de cima . Vai me dar força pra cuidar do nosso filho a gente vai te amar pra sempre . TE amo pra sempre“, disse .

 

 

 

Assista às imagens cedidas pela PRF – primeiro, nos momentos antes do acidente:

 

 

Esta imagem mostra o momento do acidente: