Éder Ramos tem 38 anos de idade, é usuário de drogas e vive em um local abandonado há pelo menos três meses na região do bairro Parolin, em Curitiba. Em entrevista à Banda B na tarde deste domingo (29), o rapaz, que seria mecânico industrial, desabafou e disse querer ter sua vida e família de volta.

“Quero fazer um pedido de ajuda, porque destruí minha vida nesses últimos meses”, disse Éder sobre a vida que tem levado nas ruas da capital. Hoje, ele se protege da chuva e do frio em uma construção abandona na rua Professor Porthos Velozo, próximo à Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro Parolin, em Curitiba.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

À Banda B, o homem afirmou que tem duas filhas e que há pouco tempo teve uma recaída em relação às drogas. “Fui usuário durante sete anos e voltei pra esse mundo, mas sei que tenho um propósito na vida. Não aguento mais sofrer”, relatou.

De acordo com ele, sua intenção é conseguir ajuda para que seja internado a fim de fazer tratamento para se livrar dos vícios. “Uso de tudo, maconha, cocaína, crack…”, citou.

Para Éder, que disse ter trabalhado em uma empresa multinacional e afirmou ser capacitado para trabalhar, uma oportunidade pode mudar a vida que leva.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

“Não tenho prazer algum em ficar pedindo esmolas em sinaleiros, mas com certeza não vou roubar”, acrescentou.

Ramos ainda aconselhou àqueles que têm o hábito de fazer o uso de drogas e explicou qual é o primeiro passo para o vício. “Começa usando maconha e acha que vai continuar assim, mas depois avança para outras drogas. Quando se chega no crack, não consegue sair. Não experimente porque uma coisa puxa a outra”, desabafou.

Contato

Para ajudar Éder a conseguir um internamento, ou oferecer qualquer outra assistência, apenas o encontrando na região da Rua Professor Porthos Velozo, uma vez que ele não tem aparelho celular ou outro meio de contato.