Um homem, identificado como Eliel, de 36 anos, morreu após se afogar e ficar submerso por aproximadamente 40 minutos, no início da tarde deste domingo (1), na Represa do Passaúna. O afogamento aconteceu em uma “prainha” nas proximidades da rua Angelo Marqueto, na região da Vila Augusta, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

(Foto: Marcelo Borges/Banda B)

De acordo com a médica do Siate, Michele Grippa, a vítima foi retirada do fundo da represa pelo Corpo de Bombeiros e mesmo com procedimentos avançados para reanimação, o coração não respondeu. “Quando cheguei, os bombeiros já estavam fazendo uma massagem cardíaca e ofertando oxigênio, mas o pulmão dele está encharcado. Comecei com procedimentos avançados, como intubação e injeção de adrenalina, por cerca de meia hora, mas em nenhum momento o coração dele apresentou alguma resposta”, afirmou a médica que disse ainda ser comum esse tipo de ocorrência em dias quentes como este domingo.

A assistente social Silmara Mota estava no local e pediu mais atenção do Estado para a região. “Há 15 anos, eu perdi um amigo de 19 anos aqui e não pude fazer nada. A população carente quer se refrescar, se divertir, e não tem acesso a outros lugares, por isso vamos falar o quê? O que poderia ser feito é uma ajuda do Estado com equipes da polícia ou bombeiros na região”, defendeu Mota.