O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) realizou nesta sexta-feira (18) a diplomação dos candidatos eleitos, em Curitiba, para a Prefeitura e para o Poder Legislativo Municipal. Por medida de segurança, considerando o cenário de pandemia de Covid-19, a cerimônia contou apenas com a presença do prefeito, Rafael Greca de Macedo, do vice-prefeito, Eduardo Pimentel, e de Sabino Picolo, presidente da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), e Indiara Barbosa, a vereadora mais votada nas Eleições 2020, estes últimos representando a nova bancada de vereadores, que participou virtualmente da cerimônia.

Foto: Divulgação/TRE-PR

Participaram presencialmente da solenidade, presidida pelo juiz da 2ª Zona Eleitoral de Curitiba, Dr. Diego Santos Teixeira, as seguintes autoridades do TRE-PR: o presidente, desembargador Tito Campos de Paula, o vice-presidente e corregedor, desembargador Vitor Roberto Silva, e o diretor-geral, Dr. Valcir Mombach.

“Começamos a nos preparar logo após as últimas eleições para o pleito deste ano. Ninguém, porém, podia prever um cenário como a pandemia que se apresentou. Chegou-se a cogitar a prorrogação de mandatos. Prevaleceu, porém, o princípio da democracia, pois todo poder emana do povo. Para garantir a materialização desse poder, mesmo com todas as dificuldades, nós tínhamos que realizar estas eleições. E hoje encerramos formalmente, com imensa alegria, com a sensação de dever cumprido, o processo eleitoral de 2020”, disse o presidente do TRE-PR.

Diplomas on-line

A diplomação é ato formal que encerra o processo eleitoral e habilita o eleito a tomar posse no seu respectivo cargo. Todos os candidatos eleitos e suplentes, até a terceira colocação, no âmbito da Justiça Eleitoral do Paraná, podem emitir o diploma de forma on-line diretamente na página do TRE-PR.

O diploma emitido por meio do sistema informatizado do Tribunal constitui documento eletrônico com valor legal e presunção de veracidade, podendo ser obtido a qualquer tempo, após a diplomação, no site do Tribunal na internet ou, pessoalmente, no Tribunal ou no cartório eleitoral competente.