Com a expressiva nova alta nos casos de Covid-19 em Curitiba, o prefeito Rafael Greca não descartou nesta quarta-feira (18) novas medidas restritivas na cidade. Em publicação feita nas redes sociais, ele pediu “inteligência e prudência”, mas não descartou novas medidas restritivas.

Foto: SMCS

“Estar sempre alerta é a exigência mínima até que a vacina surja e esteja ao alcance de todos. Hoje temos suficientes leitos clínicos e de UTIs, mas crescem os casos ativos. Ao que tudo indica com origem no feriado de finados, em 2 novembro. Abrir ou fechar depende menos da Prefeitura que da população cumprindo todas as cautelas sanitárias contra a Covid-19: usar máscara, álcool em gel, manter distanciamento social e não fazer aglomerações. Com inteligência e prudência Curitiba fica aberta! Caso contrário medidas restritivas poderão ser tomadas”, disse o prefeito.

A fala de Greca acontece um dia após Curitiba bater o recorde de novas confirmações de Covid-19, com 879 diagnósticos da doença. Outro número é que preocupa é o de casos ativos, ou seja, pessoas que são potenciais transmissoras. Atualmente são 7.449, um dos maiores números desde o início da pandemia.

Na sexta-feira (20), Curitiba deve anunciar se Curitiba muda de bandeira ou não.