Diante dos relatos de aglomeração ocorridas em Curitiba durante o fim de semana, o prefeito Rafael Greca fez um desabafo na tarde desta segunda-feira (27) e lembrou da importância da manutenção do isolamento social. Ele citou, por exemplo, o grande número de pessoas fotografadas no entorno do Museu Oscar Niemeyer, no Parque Barigui e em bairros da região sul.

Reprodução

Durante live diária da Prefeitura de Curitiba, Greca disse que a administração municipal não vai restringir o direito de ir e vir das pessoas, mas reforçou o apelo para que as pessoas fiquem em casa. “Esse vírus mata, então renovo meu veemente apelo para que a população não relaxe no isolamento social, com responsabilidade. Nós não vamos sair caçando pessoas a laço, nem vamos revogar direitos de ir e vir, mas recomendamos e suplicamos a manutenção das medidas de distanciamento, com máscara, para o bem de todos os seus semelhantes”, disse.

Greca ainda afirmou ter visto com preocupação as imagens do último fim de semana. “Se estamos abaixo da curva, é porque há um grande esforço coletivo e uma inteligente postura da maioria, que impede a circulação ativa do vírus. Autorizamos a Guarda Municipal a agir e notificamos a loja de pipas do Sítio Cercado e também a loja de móveis que fez liquidação no Novo Mundo. Isso é irresponsabilidade e irresponsabilidade em saúde pública pode ser homicídio”, afirmou o prefeito.

Além da aglomeração no entorno do Museu Oscar Niemeyer e no Parque Barigui, Greca citou o grande número de pessoas em praças do conjunto Itatiaia, no Sítio Cercado e no Ganchinho. Outros relatos de aglomeração tiveram relação com o Festival de Pipas do Neoville, na CIC, e uma rave realizada no Ganchinho.

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, também lembrou que nenhuma dessas aglomerações está permitida pela administração municipal. “Nos ajudem, porque esse impacto do fim de semana será medido apenas daqui duas semanas e já vamos nos preparar para perceber os efeitos”, comentou.

Huçulak ainda reforçou os cuidados com a Covid-19, como a lavagem frequente das mãos e o uso de máscaras.