A tradicional Feira do Juvevê, na rua Alberto Bolliger, em Curitiba, voltou a registrar aglomerações na manhã deste sábado (5), em Curitiba. No início de julho, a Banda B recebeu fotos de leitores denunciando que os frequentadores estavam muito próximos, inclusive com a presença de crianças. Hoje, novas fotos foram enviadas à redação mostrando pontos de aglomeração principalmente perto dos locais de venda de pastéis.

Feira do Juvevê neste sábado – Foto: Colaboração

“A gente fica preocupado porque as pessoas é que têm que evitar a aglomeração. Estamos vendo fiscais da prefeitura, mas eles não dão conta de ficar dispersando todo mundo o tempo todo. Ali perto do pastel tem várias pessoas aglomeradas e muitas sem máscara. Assim a gente entende porque estamos voltando para a bandeira laranja”, disse uma frequentadora, sem se identificar.

Feira do Juvevê neste sábado – Foto Colaboração

Fotos enviadas pelos leitores do Portal Banda B mostram que havia fiscais da prefeitura na feira do Juvevê na manhã deste sábado.

Maior aglomeração foi registrada perto da venda de pastéis – Foto Colaboração

As feiras livres estão autorizadas a funcionar por decreto Estadual, acatado por Curitiba. Dentro das novas determinações da bandeira laranja, que começarão a valer na segunda-feira (7), o funcionamento estará permitido de segunda a sábado, sempre com o cumprimento de uma série de medidas, entre elas, fazer demarcação no solo, orientar clientes para manter distanciamento e uso de máscara, assim como alertar sobre a proibição de pessoas da mesma família e crianças.

Fiscais da prefeitura estavam na Feira do Juvevê neste sábado – Foto Colaboração

Largo da Ordem

Na noite de sexta-feira (4), também houve registro de aglomerações no Largo da Ordem, em Curitiba. A Guarda Municipal foi acionada e tentou dispersar os frequentadores, a maioria jovens e sem máscaras.

De acordo com a a secretária da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, o grande problema são as aglomerações. “A gente tem claramente que o grande problema é aglomeração, mas pelo nosso monitoramento é o contágio intrafamiliar que preocupa. É alguém que sai pra fora e leva para casa em comemorações, aniversário, churrascos, almoços”, afirma Huçulak.

Fiscalização

Qualquer tipo de denúncia sobre o descumprimento do Decreto Municipal pode ser feito por meio da Central 156 de Atendimento. A Prefeitura de Curitiba alerta que a fiscalização das mais diversas atividades, serviços e comércios é diária, por toda a cidade.

Bandeira laranja:

Entenda o que vai mudar a partir de segunda-feira com a volta da bandeira laranja em Curitiba