Esta semana teve a primeira rodada de negócios entre grandes indústrias e pequenas e médias empresas de Fazenda Rio Grande.  A intenção é fazer com que as menores se tornem fornecedoras das maiores, para que o dinheiro e mão de obra fiquem na cidade metropolitana. No evento, desta quarta-feira (20), participaram 15 indústrias de grande porte e 46 empresas que pode se tornar fornecedoras.

Divulgação

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Fazenda Rio Grande, Rejomar Andrade, este trabalho em conjunto é importante para o desenvolvimento da cidade. “Quando uma pequena empresa passa a fornecer para uma grande indústria, fica tudo em Fazenda Rio Grande. Antes, tinham empresas que compravam isopor do Rio de Janeiro, quando tinha gente aqui em Fazenda para vender e não se sabia. Com a rodada de negócios, os contatos acontecem e são fundamentais ao município”, descreveu à Banda B.

(Foto: Divulgação)

 

Ainda de acordo com Rejomar, o negócio feito entre empresários da cidade é fundamental na economia também, já que há a a geração de notas fiscais. “Os impostos ficam no município, o que traz um enorme retorno ao longo prazo. Foi um grande evento, nesta parceria com a ACINFAZ (Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande) e o Sebrae-PR”, apontou.

As próximas rodadas de negócio serão anunciadas pela Prefeitura de Fazenda Rio Grande e a ACINFAZ nos respectivos sites oficiais.