O jovem Alan Balhioni Santos, de 20 anos, desapareceu no dia 29 de maio deste ano, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Os familiares estão apreensivos, ainda sem notícias sobre o que aconteceu com o rapaz, mesmo depois de 20 dias do ocorrido.

(Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Segundo o pai de Alan, Aparecido dos Santos, o filho fazia tratamento para depressão e já tinha manifestado a vontade de tirar a própria vida, mas não sabe dizer se isso tem relação com o sumiço. “Ele fazia tratamento pra depressão desde os 14 anos de idade e tomava vários medicamentos todos os dias.  Em uma conversa que ele teve com uma pessoa, ele estava com a ideia de pular da ponte do rio Iguaçu. É a única coisa que sabemos”, contou o pai.

Aparecido notou o desaparecimento do filho por volta das 18h15 do dia 29, quando retornou para casa. “Meu filho mais velho fica em casa até as 14h, quando sai para o trabalho. Então até esse horário, sei que o Alan estava em casa. Quando chegamos por volta das 18h15, ele não estava mais lá”, relatou.

“Ele saiu apenas com a chave da nossa casa e a carteira com documentos, sem dinheiro”, afirmou Aparecido que desabafou sobre a angústia de estar sem notícias. “A angústia só aumenta, porque a gente sabe que fica cada vez mais difícil encontrá-lo. Algumas pessoas chegam até nós e dizem ter visto ele, vamos até o local, mas não encontramos nada”, lamentou.

Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro do jovem, pode entrar em contato com a delegacia mais próxima.