O Coronel RR Nemésio Xavier de França Filho, que foi Comandante-Geral da Polícia Militar do Paraná, morreu nesta terça-feira (1), após sofrer um infarto fulminante, em uma lanchonete do bairro Batel, em Curitiba. A Polícia Militar do Paraná decretou luto oficial de três dias, consternada com a perda de um integrante que deixou um grande legado na Corporação. Informações sobre o velório e sepultamento serão divulgadas em breve.

Reprodução

O coronel Xavier foi Comandante-Geral da PM de 16 de janeiro de 2006 a 05 de abril de 2008. Ele ingressou na Polícia Militar em 1974 e atuou nas mais diversas funções e unidades operacionais e administrativas, até alcançar o mais alto cargo. Após mais de três décadas de serviço na Corporação, continuou a atuar pela segurança pública no Litoral do estado, e foi secretário de Segurança, Cidadania e Direitos Humanos de Pontal do Paraná.

“O coronel Xavier foi um oficial que, além de semear a fraternidade e a amizade, trabalhou em prol da Polícia Militar do Paraná e do Povo Paranaense. Em sua carreira profissional, serviu tanto em unidades do interior, como 16º Batalhão, como também na Capital, na antiga Companhia de Choque, onde tive o privilégio de ser recebido por ele, conhecê-lo e desfrutar da sua amizade”, disse o Comandante-Geral da PM, coronel Péricles de Matos.

O Comandante elogiou ainda a postura do coronel Xavier e desejou condolências a toda família do oficial. “Com certeza fará falta em nosso meio pela sua alegria, jovialidade, franqueza e raciocínio estratégico. As fileiras dos paladinos da justiça sofrem uma baixa terrível nesse momento mas, com certeza, ele está retornando aos braços do Deus Todo Poderoso, a quem ele respeitou e praticou a boa palavra durante toda sua vida. A despedida é de um amigo, de um irmão”, afirmou o coronel Péricles.