(Imagem ilustrativa/Divulgação EBC)

 

Diferente do noticiado na última semana, a estudante Gabriela de Araújo, de 21 anos, não tirou nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Nesta quarta-feira (23), o Inep, instituto responsável pela aplicação da prova, informou que o nome da jovem não estava na lista das 55 pessoas que obtiveram a nota máxima no Brasil.

Moradora da região de Toledo, no Oeste do Paraná, Gabriela havia publicado nas redes sociais que tinha tirado mil na redação. Rapidamente, ela chamou a atenção dos moradores da cidade e também da imprensa. Procurada, ela chegou a confirmar a informação com uma cópia do boletim com o resultado do exame.

Em pedido de desculpa nesta quinta-feira (24), a Gazeta Toledo, um dos primeiros jornais a noticiar a conquista de Gabriela, publicou que o documento mostrado pela estudante teria sido adulterado.

Segundo o jornal, a mãe acreditou que o erro havia sido do Inep, mas posteriormente a filha admitiu que não tirou a nota máxima. O instituto, no entanto, não divulgou a nota real da jovem.