Em cinco dias de intensa fiscalização nas rodovias paranaenses, o Batalhão de Polícia Rodoviária contabilizou 99 acidentes que resultaram em 131 pessoas feridas e 11 mortes. Os números referem-se à Operação Natal, realizada desde às 14 horas de sexta-feira (20) até à meia-noite desta quarta (25).

Foto: AEN

Em comparação com o ano passado, o número de acidentes caiu 9,17% – foram 109 em 2018, com 133 feridos (-1,5%). Os registros de óbitos aumentaram 57,14%. Sete pessoas morreram nas rodovias estaduais no mesmo período de 2018 e 11 nesse ano. Nas praias houve oito acidentes, todos sem óbito.

Os efetivos das seis companhias do BPRV, distribuídas em 58 Postos Rodoviários em todo o Estado, intensificaram o trabalho de orientação e fiscalização nesses seis dias por conta do aumento de fluxo nas rodovias estaduais, principalmente nas que ligam a Capital ao Interior, e a malha rodoviária do Litoral do Estado.

Os policiais militares rodoviários reforçaram as ações de combate à embriaguez ao volante e ao excesso de velocidade e, também, as abordagens preventivas para checagem de documentos e da condição dos veículos.

Além do registro de acidentes, foram feitos 2.165 testes etilométricos (teste do bafômetro). Dez condutores foram notificados por dirigir após o uso de bebida alcoólica (artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro) e seis acabaram presos por embriaguez ao volante (artigo 306). Com radares móveis em pontos estratégicos das rodovias, houve 2.076 flagrantes de excesso de velocidade e 2.025 autuações de trânsito.

Litoral
Com o início das atividades do Verão Maior 2019/2020, o Batalhão de Polícia Rodoviária incrementou todas as ações preventivas e ostensivas para garantir mais segurança nas rodovias que passam pelos sete municípios litorâneos.

De acordo com comparativo entre o feriado prolongado de Natal deste ano com o do ano anterior, o número de acidentes caiu 38,46% (de 13 para 8), com redução de 80% na quantidade de pessoas feridas (de 15 para 3). A fiscalização nas rodovias da região resultou em 354 imagens por radar de excesso de velocidade e 225 autuações de trânsito.

Segundo o comandante da 1ª Companhia do BPRv, capitão Francis Pirog, o trabalho preventivo alcançou uma grande marca: nenhum óbito registrado em todo o Litoral durante a operação. “Esse é nosso foco principal. Todas as nossas operações de radar, de etilômetro, ou qualquer outra, têm o objetivo de impedir as mortes no trânsito”, destacou.