(Foto: Arquivo pessoal)

 

O estofador Alessandro Borges, de 36 anos, desapareceu durante a madrugada da terça-feira (5) de carnaval, após sair de Blumenau (SC) para visitar os pais em Curitiba. O carro que ele dirigia, um Meriva, foi encontrado na manhã desta quinta (7) abandonado no km-662 da BR-376, na divisa do Paraná com Santa Catarina.

(Foto: Arquivo pessoal)

A notícia sobre o automóvel preocupou ainda mais a família do rapaz. Segundo o irmão do estofador, Cleverton Borges, ninguém tem pistas sobre o que aconteceu. “Não temos informações, não temos nada. Meu pai foi em todas as delegacias, em Blumenau, na Polícia Rodoviária Federal e em hospitais, mas não teve sucesso nas buscas. Só soubemos que acharam o carro dele na manhã de hoje, aberto, em uma área de matagal”, disse ele em entrevista à Banda B.

Cleverton afirmou que a família está atrás de imagens de câmeras de segurança da rodovia para tentar conseguir detalhes sobre o caminho percorrido por Alessandro. “A princípio ele vinha sozinho para Curitiba. Saiu umas 2h, 3h da manhã. Mas nós queremos saber se há vídeos que mostrem o meu irmão descendo do veículo, ou se havia mais pessoas com ele. Estamos desesperados, aflitos, não conseguimos pensar em mais nada”, concluiu.

O desaparecimento do estofador já foi registrado pela Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Qualquer informação sobre o paradeiro de Alessandro pode ser repassada para o telefone (41) 98435-3328.

 

* Alessandro Borges foi encontrado dias depois, em uma mata fechada. Ele está passando por tratamento psicológico.