Já são oito anos sem qualquer notícia do engenheiro Renato Moreira Brandão que, em 13 de setembro de 2011, então com 54 anos, saiu de casa no bairro Ahú, em Curitiba, e não foi mais visto. Em entrevista à Banda B, nesta sexta-feira (13), a esposa Miriam Weiss Brandão desabafou sobre a falta de qualquer pista sobre o que aconteceu.

(Foto: Facebook)

 

“Não é fácil. A gente segue divulgando e buscando informações, para pelo menos entender o que aconteceu com ele. A polícia faz um cinco anos que não entra em contato conosco. Eu achei que durante a investigação eles deixaram a desejar. Acho que poderia ser melhor este trabalho”, disse Miriam.

A única pista sobre o desaparecimento foi a bicicleta em que ele saiu, abandonada na Estrada da Graciosa, em Morretes. Ao longo da procura, vários boatos apareceram, como a possibilidade dele estar morando em Maringá ou São Paulo, mas nada foi confirmado. A esposa Miriam, apesar disso, mantém as esperanças. “Eu sempre falo que enquanto não tiver um corpo, ainda temos a esperança de encontrá-lo vivo. Não importa de que forma, o que queremos é ter uma resposta sobre o que aconteceu”, afirmou.

Qualquer informação sobre Renato pode ser repassada pelo telefone da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP): 3360-1400.