A atual esposa do empresário Valdinho Dobkowski rebateu as acusações feitas pela família dele ao relatar o desaparecimento. Ele teria sido visto pela última vez na empresa dele, uma metalúrgica em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no fim de semana do Dia dos Pais. Para a família, a esposa estaria tranquila com o sumiço e ocultando informações sobre o paradeiro dele. Ela nega e diz que o empresário ameaçava sumir desde o ano passado.

Em entrevista à Banda B, Dalgiza de Souza afirmou que Valdinho visitou o filho dela na semana do Dia dos Pais e chegou a dizer que “sumiria” até o fim do ano.  “A última vez que ele veio ver o filho foi na semana no Dia dos Pais e e ainda levou umas coisas dele, o computador, uma roupa que estava na mãe dele, que ela tinha lavado. Eu consegui falar com ele por telefone depois disso e ele pediu que era deixá-lo em paz. Não é a primeira vez que ele fala em sumir. Qualquer coisa dizia, você me deposite isso pra eu sumir, eu vou sumir e você vai tocar as coisas sozinha. Foi o que ele fez, abandonou tudo e simplesmente disse ‘se vire vocês com seus funcionários, eu vou viver minha vida'”,  disse ela.

Foto: Reprodução

Dalgiza disse ainda que não entende a preocupação da família, que nunca foi presente. “A família nunca foi próxima, como que agora estão desesperados querendo saber de Valdinho? Nem existe esse negócio de seguro e a empresa nem era no nome do Valdinho. Quando ele foi atrás de mim, ano passado, me pedindo ajuda pra fazer um serviço, eu tinha meu salão e fazia meus serviços em casa. Eu disse pra ele que até voltava, mas que queria um documento porque da outra vez eu não tinha documento e saí com uma mão na frente outra atrás, e a gente casou no civil ano passado”, contou.

Segundo a esposa, essas atitudes do empresário a fazem crer que ele esteja bem. “Eu estou tranquila porque eu conheço Valdinho, sei o que ele é, sei quem ele é e sei que ele adora um furdúncio, adora jogar gasolina. Certamente, ele está dando muita risada. Só fico muito revoltada de ele não ligar para a mãe dele, a dona Helena”, finalizou à Banda B.

Dalgiza afirmou que a empresa foi transferida para o nome dela pelo próprio Valdinho. O desaparecimento do empresário segue investigado pela Delegacia de Polícia Civil de São José dos Pinhais.