O coronavírus pegou o mundo de surpresa em 2020. Devastadora, a infecção matou em apenas seis meses 42% mais pessoas que o total de vítimas do trânsito em 2019 no Paraná. Segundo dados preliminares divulgados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o estado teve 2.400 óbitos ocasionados pelo trânsito ao longo de todo o ano passado, frente a 4.103 mortos em decorrência da Covid-19 entre o início da pandemia e a segunda-feira (21).

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A busca realizada pela Banda B leva em conta acidentes de transporte com pedestre, ciclista, motociclista, ocupante de triciclo, ocupante de automóvel, ocupante de caminhonete, ocupante de veículo pesado e ocupante de ônibus, além de outros acidentes em meio terrestre não especificados.

Mas não é apenas quando comparamos com o trânsito que os dados são assustadores.

Ao analisar dados da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) do Paraná, é possível perceber que os números preocupantes da violência também são inferiores aos da infecção. Em 2019, o estado teve 1780 vítimas de homicídio doloso, ou seja, assassinatos com intenção de matar; 99 vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte); e 52 vítimas de lesão corporal com resultado morte.

Boletim

Neste domingo, o Paraná chegou a 163.762 casos e 4.103 mortos em decorrência da doença.

Ao todo, 947 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados nesta segunda-feira (21). São 791 pacientes em leitos SUS (393 em UTI e 398 em leitos clínicos/enfermaria) e 156 em leitos da rede particular (68 em UTI e 88 em leitos clínicos/enfermaria).