A jovem Raquel Cristine Lamb, 23 anos, e o técnico de impermeabilização, Caio Santos, 30, que sofreram queimaduras de 3º grau durante a explosão do apartamento dela, no sábado (29), em Curitiba, estão sedados e em estado grave. Ambos estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Evangélico, referência em queimados, desde o dia do incidente. Apenas Gabriel Araújo, marido de Raquel, está com quadro mais estável e já no quarto. O irmão da jovem, de apenas 11 anos, Mateus Lamb, não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois da explosão.

 

Gabriel e Raquel se casaram em fevereiro. Na foto, os dois na sala onde houve a explosão – Foto: Reprodução/Facebook

 

A explosão aconteceu na na Rua Dom Pedro I, no bairro Água Verde. Mateus foi lançado para fora do apartamento, no sexto andar, e foi parar no térreo. Ele chegou a ser socorrido com vida ao Hospital do Trabalhador, mas os ferimentos eram graves. O sepultamento aconteceu na tarde de ontem, no Cemitério Jardim da Paz, no bairro Barreirinha, em Curitiba, por volta das 15h15.

De acordo com o boletim médico do Evangélico, os dois mais graves ficarão sedados até que o quadro de saúde deles fique estável. Gabriel segue com boa recuperação, mesmo assim não tem previsão para alta hospitalar. Eles foram socorridos em meio a destruição do apartamento pelo Corpo de Bombeiros (CB), acionado por vizinhos.

O casal mora no imóvel e tinha recém se casado, há quatro meses. O irmão caçula estava no apartamento da irmã, em outro cômodo, quando houve a explosão.