Dois acidentes com apenas alguns minutos de diferença e cerca de 12 quilômetros de distância um do outro. A manhã deste domingo (11) foi marcada acidentes de trânsito na Estrada da Ribeira, entre Tunas e Adrianópolis, na região Metropolitana de Curitiba (RMC). Em cada um dos acidentes, um casal. Os quatro ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais da região, sendo dois em estado grave.

Tracker ficou destruída após capotar – Foto: Felipi Fonseca

O primeiro acidente aconteceu no Km 40  e envolveu apenas uma SUV Tracker, que vinha do Rio Grande do Sul, em direção a Minas Gerais. O motorista contou aos socorristas que se perdeu na pista porque, provavelmente, dormiu ao volante.

“Pelo relato do motorista, ele dormiu ao volante depois de dirigir mais de 12 horas vindo do Rio Grande do Sul. Ele saiu da pista, bateu contra uma pedra e capotou. Ele contou ainda que não conhecia o trajeto e o GPS o jogou para a Estrada da Ribeira, quando o caminho mais comum é a Régis Bittencourt”, contou o socorrista Felipi Fonseca à Banda B.

O casal foi encaminhado para UPA de Tunas, sem risco de morte.

Caminhão tombou e saiu da pista no km 52 – Foto de vídeo feito por Felipi Fonseca

Outro acidente

O segundo acidente aconteceu também na Estrada da Ribeira, que é bastante sinuosa, no km 52, às 8h40. Uma carreta cimenteira saiu da pista ao fazer uma ultrapassagem, tombou e foi parar numa ribanceira, a cerca de 15 metros da pista. O casal que estava no veículo ficou preso às ferragens e foi socorrido em estado grave. O cão que viajava junto está desaparecido.

“A carreta tinha saído de Adrianópolis em direção a Curitiba. Segundo contaram no local outros caminhoneiros, que pararam para ajudar, o caminhoneiro fez uma ultrapassagem, não conseguiu voltar para a pista e tombou. Marido e mulher ficaram presos às ferragens e só conseguimos retirá-los com a ajuda de equipamentos dos bombeiros”, contou Fonseca.

Chegada ao Hospital do Rocio – Foto BPMOA

Foi acionado o helicóptero Falcão, do Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), para transportar as vítimas.

Após a retirada do casal do veículo, o homem, de 39 anos, que apresentava múltiplas lesões, foi encaminhado ao Hospital do Rocio através do Falcão 03, sendo a mulher, de 37 anos, encaminhada através da ambulância do Corpo de Bombeiros à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tunas.

Devido à gravidade das lesões da vítima feminina, a qual apresentava suspeita de fratura em membro inferior direito, foi necessário o apoio da Equipe do Falcão 03 para realizar o transporte da mulher da UPA de Tunas ao Hospital do Rocio, em Campo Largo.

Neste segundo acidente, a estrada da Ribeira ficou bloqueada para o atendimento às vítimas.

Veja os vídeos feitos no local do segundo acidente (Cedidos por Felipi Fonseca):