Tráfego de veículo foi parcialmente bloqueado após queda de rocha na pista (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) decidiu desviar o trânsito da rodovia Régis Bittencourt (BR-116), no sentido Curitiba-São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 8, até que seja removida totalmente a barreira que deslizou sobre a pista, no km 402,8, em Miracatu (SP), na madrugada deste domingo, 7.

Os motoristas que seguem para a capital paulista devem usar a saída do km 464 norte seguindo por dez quilômetros pela SP-226 até a área urbana de Pariquera-Açu. Após a passagem pela cidade, o condutor deve seguir em direção a Iguape/Ilha Comprida por 43 quilômetros, pela SP-222.

Em Iguape, basta seguir as indicações para a BR-116 e São Paulo, via Miracatu, por 55 km. Chegando à Régis, o motorista deve continuar pela rodovia em direção à capital. O desvio aumenta o percurso em cerca de 80 quilômetros, mas evita que o motorista fique parado na rodovia ou enfrente longa espera, já que a retirada da barreira sobre a pista está exigindo interdições intermitentes da Régis.

As rochas maiores já foram detonadas, mas a previsão é de que a segunda faixa seja liberada por volta das 12h. Mesmo assim, como há 24 quilômetros de fila no local, o trânsito deve demorar até o meio da tarde para fluir.

Os veículos que necessitam de autorização especial devido às suas dimensões e peso devem se dirigir às autoridades estaduais de trânsito, já que as rodovias usadas no desvio são administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do governo estadual.