A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, voltou a criticar o aumento de movimentação de pessoas nas ruas de Curitiba. Em live transmitida pela rede social Facebook nesta quarta-feira (29), ela afirmou que os hospitais da capital já registraram aumento na demanda de pacientes diagnosticados com Covid-19 e que isso pode causar problemas em um breve futuro.

Reprodução

“O feriado está chegando e peço para a população: fique em casa! A gente está muito preocupado e hoje eu estava falando disso com dois diretores de hospitais, porque tem muita gente circulando nas ruas. A gente tem uma preocupação, porque não foi liberado ninguém. Os grupos precisam permanecer em casa e pedimos a colaboração de todos, porque parece que as pessoas não entendem que a curva está sob controle por causa da medidas que vinham sendo tomadas até aqui”, disse Huçulak.

De acordo com boletim da Secretaria Municipal da Saúde desta quarta, 60 pacientes com covid-19 estão internados em hospitais da cidade, 37 em UTIs, sendo 14 precisando do auxílio de ventilação mecânica (respirador).

Segundo o Huçulak, as medidas de isolamento social são necessárias para evitar problemas. “Isso [movimento maior nas ruas] vai refletir daqui a dez dias e podemos ter stress sim no sistema de saúde, o que pode criar problemas para nós”, concluiu.

Com cinco novos casos, Curitiba chegou a 564 pessoas infectadas pela Covid-19.