Chuvas mais fortes estão previstas para a sexta-feira. (Foto: Imagem ilustrativa – Jaelson Lucas/SMCS)

 

A Defesa Civil do Paraná orienta que, durante esta semana, a população evite um contato maior com as chuvas, já que elas podem se tornar ácidas após um longo período de seca – Curitiba registra mais de 30 dias de estiagem. Ainda não há um alerta oficial do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) para o fenômeno no estado, mas existe a possibilidade de que ele aconteça nos próximos dias.

“As dicas que nós damos são mais para prevenção. Como o tempo está muito seco, resíduos tóxicos que são liberados pelas queimadas, chaminés e carros ficam acumulados na atmosfera. Quando ocorre o período de chuvas, dependendo do nível de poluição no ar, elas caem com um pH mais ácido do que o normal”, explicou a tenente Cassandra, da Defesa Civil, em entrevista à Banda B.

O principal cuidado, segundo ela, é evitar um contato excessivo com a chuva. As águas ácidas possuem uma maior incidência de dióxido de carbono e podem causar irritação na pele, principalmente em crianças, que possuem uma sensibilidade maior.

De acordo com a meteorologista Ana Beatriz Porto da Silva, as condições estão favoráveis para esse tipo de fenômeno. “Nós teremos um período mais chuvoso a partir da tarde de sexta-feira, quando as temperaturas máximas devem diminuir para 21°C, 22°C na região de Curitiba. Hoje não há previsão de chuva e amanhã nós contamos apenas com uma pequena chance do evento ocorrer, mas de forma isolada”, comentou.

Confira a previsão completa aqui.