Está proibida a circulação de pessoas entre as 21h e 5h, com algumas exceções, pelas ruas de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, a partir desta sexta-feira (27). O decreto municipal que determinou o toque de recolher aos moradores foi publicado nesta quinta-feira (26) no Diário Oficial do Município e faz parte das ações da cidade para conter a proliferação do coronavírus. Em caso de descumprimento da medida, uma multa de até R$ 600 reais poderá ser aplicada.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Araucária)

O secretário de segurança de Araucária, José Roberto Fortes, explica que o decreto prevê exceções de caráter excepcional, inadiável ou de trabalho, desde que devidamente comprovado. “O toque de recolher não quer dizer que você não pode sair com seu carro ou que um motoboy não possa fazer suas entregas. A população vai poder ir e voltar do trabalho normalmente. A Guarda Municipal também não vai fazer a abordagem em veículos, motos e coletivos sem que haja alguma denúncia de crime ou irregularidade. Serão abordadas pessoas em aglomerações em locais públicos ou transitando em via pública, essas sim terão que dar explicações”, disse o secretário.

A medida, segundo Fortes, foi tomada por conta de bares, casas noturnas e eventos que estariam desrespeitando o isolamento durante o período noturno. O decreto apresenta uma ampla relação de atividades e serviços que ainda podem continuar operando; desde que com os devidos cuidados para evitar o contágio do coronavírus e com horário de funcionamento até às 20 horas.

Guarda Municipal, Agentes Municipais de Trânsito, Defesa Civil e Polícia Militar atuarão nas ruas fiscalizando se a medida está sendo cumprida. “Em um primeiro momento, a pessoa que descumprir o decreto receberá uma orientação por escrito. Em caso de reincidência, uma multa de 300 reais será aplicada. Na terceira vez, a multa dobra e a pessoa será encaminhada para a delegacia”, afirmou Fortes.

Visando proteger a saúde do público que é considerado mais vulnerável às complicações causadas pelo novo Coronavírus, o decreto recomenda ainda o isolamento domiciliar de pessoas com 70 anos de idade ou mais.

Outra medida importante para prevenir o contágio pelo vírus é a suspensão de utilização de áreas comuns nos condomínios residenciais. Dessa forma, não se pode mais utilizar espaços de convivência como playgrounds, salões de festas, espaços gourmet, piscinas, academias, salas de jogos, churrasqueiras, quiosques e brinquedoteca.