Evento será no Expo Renault em Curitiba – Foto: Divulgação

Curitiba será a vitrine da inovação latino-americana em cidades inteligentes ao sediar, nos dias 28 de fevereiro e 1.º de março, o Congresso Smart City Expo Curitiba, edição brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo. Sob a chancela da FIRA Barcelona Internacional – consórcio público formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona – a capital paranaense receberá grandes nomes internacionais do urbanismo, arquitetura e sustentabilidade, além de agentes públicos que promoveram transformações em grandes cidades.

O evento terá uma área de congresso e outra de exposição. O congresso reunirá 18 palestrantes internacionais e 36 brasileiros. Os debates ficarão concentrados em quatro temas: Tecnologias Disruptivas, Governança, Inovação Digital e Cidades Sustentáveis do Futuro. Um dos principais nomes é o do arquiteto e engenheiro Carlos Ratti, diretor do Senseable City Lab do MIT, nos Estados Unidos, grupo responsável por estudar as tecnologias capazes de transformar a vida nas cidades. Ratti foi eleito pela revista Wired como uma das 50 pessoas capazes de mudar o mundo e atualmente é o presidente do Conselho de Agenda Global do Fórum Econômico Mundial sobre Cidades Futuras.

O evento também receberá nomes de peso como o colombiano Jorge Perez Jaramillo, o holandês Frans-Antom Vermast, a britânica Tia Kansara, o chileno Pedro Vidal, o argentino Agustín Suárez e a equatoriana Carolina Pozo.

As palestras abordarão temáticas relacionadas à inovação em cidades, envolvimento governamental, participação da população em políticas públicas e serviços, economia sustentável, inclusão social, promoção de startups e desenvolvimento de ambientes urbanos sustentáveis, gestão inteligente de recursos, aplicabilidade de soluções tecnológicas e sustentáveis, entre outros.

Também estarão em debate a utilização e a aplicação de tecnologias emergentes que podem transformar as cidades, como indústria 4.0, big data, internet das coisas, robótica, blockchain, inteligência artificial e realidade virtual.

Show de inovação tecnológica

A área da exposição – com acesso gratuito, após cadastro prévio no site (veja abaixo) – terá 800m² e contará com a participação de diversas prefeituras, comitivas internacionais e empresas de todo o Brasil que exibirão soluções inovadoras para a construção de serviços públicos mais eficientes,

com tecnologias inovadoras e que tornem as cidades mais sustentáveis. O público também poderá visitar o Smart Plaza, espaço voltado para fomentação do networking e intercâmbio de conhecimentos.

Um dos destaques será o estande de Itaipu, que é parceira global do evento. A binacional de energia apresentará, em parceria com a Renault, os veículos elétricos Twizy, que apresentam zero emissão de gases poluentes e fazem parte do Sistema de Compartilhamento Inteligente (SCI) de veículos elétricos, que conta com cinco Pontos de Mobilidade, com vagas exclusivas para os carros e eletropostos para recarregá-los. Ao todo, 11 Twizys são utilizados por cerca de 200 colaboradores da Itaipu cadastrados no sistema.

Outro destaque é o Atlas de Energia Solar do Estado do Paraná, que permite saber com precisão a energia solar disponível em cada um dos 399 municípios do Paraná ou em qualquer ponto do estado. Uma das ferramentas é o Simulador de Potência Solar, que permite saber quanta energia poderá ser produzida em um projeto de geração solar, inclusive para residências.

Quem também terá a mobilidade como principal destaque é a startup 99, que espalhará pelo local do evento quatro estações para o aluguel de patinetes. A ideia é oferecer uma mobilidade mais sustentável e econômica. A empresa apresentará ainda pesquisas e projetos de tecnologia que ajudem os governos locais na redução de congestionamento e aumento da segurança viária nas cidades brasileiras.

Geração de energia e sustentabilidade

Já a Copel exibirá soluções para otimizar a medição e a configuração da rede elétrica. Um dos projetos é a instalação de 15 mil medidores de energia na cidade de Ipiranga, no Paraná, que permitirão coletar as informações sobre o consumo de energia remotamente, sem a necessidade de deslocar profissionais para fazer a leitura. O projeto segue o modelo de grandes redes inteligentes internacionais presentes nos Estados Unidos e no Japão.

Quem também utiliza a tecnologia para oferecer recursos mais sustentáveis para a população é a Companhia de Saneamento do Paraná, a Sanepar. A empresa mostrará ao público o projeto CS Bioenergia, usina que transforma o lodo gerado pelo tratamento de esgoto e resíduos orgânicos em energia. Quando estiver em pleno funcionamento, a usina terá capacidade para gerar 2,8 MW de energia limpa, o suficiente para abastecer 2.100 unidades consumidoras ou 8.400 pessoas.

Internet das coisas e dispositivos conectados

Um dos princípios das cidades inteligentes é o de oferecer dispositivos conectados (Internet das Coisas) que tragam informações relevantes ao público e possibilitem o funcionamento de serviços públicos e a utilização de

recursos de maneira mais eficiente. Diversos expositores apresentarão novidades tecnológicas a partir desse propósito.

A Teletex exibirá a plataforma “CKC – Kinetic for Cities”, da CISCO, uma das maiores empresas de TI do mundo. Ela pode reunir uma grande quantidade de dados a partir de dispositivos conectados e fornecer informações estratégicas para a melhoria do gerenciamento de tráfego, acesso à Internet em rede com e sem fio, estacionamento inteligente, iluminação inteligente com nós de serviços múltiplos, entre outros serviços.

Nessa mesma toada, a Landys+Gyr apresentará pela primeira vez a plataforma Gridstream Connect, que conecta sensores e dispositivos inteligentes capazes de integrar redes para aplicações domésticas e industriais que contribuam para a melhoria da infraestrutura de uma cidade, além de possibilitar interações entre a população.

Já a Citelum apresentará a plataforma MUSE, dedicada à gestão completa de iluminação pública. Por meio dela é possível gerenciar os gastos de energia e melhorar a performance do sistema, ligar e desligar luzes e realizar a manutenção eficiente dos equipamentos públicos visando a redução de custos.

Sobre o Smart City Expo Curitiba 2018

O Smart City Expo Curitiba será a primeira edição brasileira do Smart City Expo World Congress, realizado anualmente em Barcelona, o maior evento global sobre o tema de Cidades Inteligentes, que reúne mais de 18 mil pessoas de 120 países durante três dias. Curitiba foi anunciada oficialmente como sede da edição brasileira em Barcelona, em novembro de 2017, durante o encontro mundial das Cidades Inteligentes, em cerimônia que contou com representantes de 700 cidades mundiais e mais de 400 especialistas.

O evento será realizado no Expo Renault Barigui, com organização do iCities e apoio estratégico do World Trade Center Business Club, além da participação oficial da Prefeitura de Curitiba como anfitriã e do Vale do Pinhão, ecossistema de inovação da cidade.

SERVIÇO

Smart City Expo Curitiba 2018

Data: 28 de fevereiro e 1º de março de 2018

Local: Expo Renault Barigui – Curitiba (PR)

Horário: Das 9h30 às 18h

Telefone para contato: (41) 3019-1025

Informações e inscrições: www.smartcityexpocuritiba.com

Valor do ingresso para o Congresso:

R$ 1200 (entre os dias 1º e 27 de fevereiro)

R$ 1500 (durante os dias 28 de fevereiro e 1º de março).

A entrada na exposição é gratuita, mediante cadastro prévio no site