A Prefeitura de Curitiba confirmou, na tarde desta sexta-feira (15), a primeira morte de pessoa não idosa e sem doenças preexistentes na cidade. De acordo com a médica infectologista Marion Burger, a vítima de 52 anos foi internada no último fim de semana e o quadro se agravou rapidamente.

Reprodução

“É o primeiro óbito de paciente abaixo de 60 anos, sem comorbidades na cidade. Ele vinha sendo monitorado como quadro mais leve e, assim que agravou, já foi atendido. Com as complicações, acabou morrendo nesta sexta”, explicou Burger.

Para a secretária Márcia Huçulak, o óbito serve de alerta para toda a população. “Essa pessoa mostra a gravidade da doença, foi uma evolução muito rápida e a gente alerta que ninguém sabe a gravidade em cada organismo. Como já tivemos pessoas com bastante idade que se recuperaram, tivemos uma criança que morreu e agora esse paciente. O alerta permanece para as pessoas, já que tem muita gente achando que não é muita coisa”, disse.

Além desta, a capital paranaense confirmou mais uma morte nesta sexta-feira. Trata-se de um idoso de 72 anos, com hipertensão e diabetes e estava internado há mais de um mês.

Com essas, Curitiba chega a 33 óbitos provocados pelo novo coronavírus.

Números

O boletim epidemiológico também confirmou 24 novos casos de pessoas com Covid-19. Curitiba chega então a 829 pessoas infectadas com o novo coronavírus. Desse total, 605 estão recuperados.

Há ainda outros 230 casos em investigação e 1.735 que já foram descartados para covid-19 desde o início da pandemia, em 11 de março.

Atualmente 71 pacientes confirmados com a covid-19 estão internados em hospitais públicos e privados, 35 em UTI, e oito precisando do auxílio de ventilação mecânica (respirador).