Diante de novo incêndio ambiental às margens da rodovia, a concessionária Ecovia fechou parcialmente o quilômetro 75 da BR-277, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O bloqueio de uma das faixas da via aconteceu por volta das 15 horas desta quinta-feira (27), na mesma região do grave acidente que deixou oito mortos na noite do último dia 2 de agosto.

Reprodução

A informação do bloqueio parcial foi divulgada pela própria Ecovia, nas redes sociais. “Motoristas, informamos que há incêndio fora da faixa de domínio, na vegetação próxima ao km 75. Trânsito está em meia pista no sentido Curitiba. As equipes da Ecovia realizaram o primeiro combate ao incêndio do km 75 e as chamas já diminuíram”, descreveu a concessionária.

Imagens obtidas pela Banda B mostram que novamente há certa dificuldade de visibilidade no local, mas o fato de ser dia ameniza o problema.

Investigação

A Polícia Civil segue investigando a tragédia que deixou oito mortos. Para o delegado Fábio Machado, a Ecovia estava ciente da falta de visibilidade no dia em que ocorreu o acidente. Uma testemunha entregou à polícia fotos e vídeos de um acidente ocorrido às 7h do dia 1° de agosto, um dia antes da tragédia.

“A testemunha nos relatou que estaria conduzindo o veículo na casa dos 30 km/h, 40km/h, quando foi atingida na traseira por um motociclista. Ela parou, encostou o carro para atender o motociclista e, neste momento, foi atingida por um terceiro veículo. No vídeo que foi nos mostrado, categoricamente, não havia qualquer possibilidade de visibilidade. A imagem também mostra um funcionário da Ecovia socorrendo as vítimas no local. Ou seja, a Ecovia atuou naquele caso e tinha ciência das baixas condições de trafego”, explicou Machado.