Um culto evangélico espalhou o coronavírus para a comunidade de Pangaré Velho, em Quitandinha, região metropolitana de Curitiba, de acordo com a secretária municipal de Saúde da cidade. Quatro famílias foram afetadas pela presença no evento, que aconteceu em meio à pandemia de coronavírus. O município tem uma morte e 27 casos da doença, o que significa que a cada 700 habitantes da região pelo menos um está infectado pelo vírus, sendo o mais afetado proporcionalmente.

(Foto: Divulgação)

 

De acordo com a secretária de Saúde de Quitandinha, Carol Przybylok, o número de pacientes com Covid-19 na cidade assusta e uma localidade em específico sofreu com um surto de contaminação pelo vírus. “A cadeia de transmissão se deu da seguinte forma: uma família recebeu a visita de uma pessoa de Santa Catarina, que trouxe o vírus. Essa família foi até o culto e transmitiu para outras três. A partir daí o coronavírus se espalhou, com 19 casos só nesta localidade”, descreveu.

O surto motivou o isolamento de 18 casas do bairro. “São vizinhos e pessoas que participam da mesma igreja. Um número muito expressivo para o nosso município e que assusta a nossa população. A gente já teve seis recuperados e estamos trabalhando incansavelmente pra conseguir controlar a situação. Estamos acompanhando tudo de perto”, relatou Przybylok.

A prefeita de Quitandinha, Maria Julia Socek Wojcik (PSDB), determinou que o monitoramento da área seja intensificado em decreto publicado na última sexta-feira (22). Para a secretária, uma das maiores dificuldades do combate ao coronavírus no município é a conscientização da população. Muitos pessoas ainda não estariam seguindo as recomendações das autoridades de saúde, como o uso de máscaras e o isolamento social.

Morte confirmada

A morte confirmada de coronavírus em Quitandinha é de uma moradora da cidade de 43 anos. O sepultamento dela aconteceu na manhã desta terça-feira.